Devido às condições meteorológicas actuais e a menos que contra-indicadas,
bloqueamos todas as entregas durante a onda de calor.

Château Ducru-Beaucaillou 1986

Château Ducru-Beaucaillou 1986
video screenshot
 C/IVAUma caixa de 3 Garrafas (75cl) |
    • Entrega gratis à partir de 300€ de encomenda
    • Pagamento seguro
    • Garantia e autenticidade dos produtos

    A concentração e frescura de uma grande colheita de Saint-Julien

    Na tradição da mítica vindima de 1985, 1986 é um daqueles anos excepcionais que fazem brilhar os olhos dos amantes dos grandes vinhos da região Bordéus.

    Segundo Cru Classé, o soberbo Château Castelo Ducru-Beaucaillou dá uma expressão soberba desta colheita de 1986. Este ano terá sido marcado por um Verão particularmente agradável, com chuva fraca por volta de 20 de Setembro. O bom tempo que se seguiu favoreceu a maturação perfeita das uvas, com os bagos a apresentarem um excelente estado de saúde.

    Na degustação, Château Ducru-Beaucaillou 1986 apresenta uma cor vermelha rubi escura e profunda com uma bela concentração. Inicialmente austero, o bouquet aromático abre-se depois gradualmente para libertar aromas de fruta preta com leves notas de baunilha. Aparecem notas frescas de madeira de cedro e notas terrosas mais empireumáticas. Deliciosamente redondo e aveludado, o paladar conduz a boca num turbilhão de sabores e voluptuosidade, mantendo ao mesmo tempo uma grande frescura no final.

    A colheita de 1986 do Château Ducru-Beaucaillou foi sujeita a uma mudança de cortiça na propriedade em 2011, de modo a garantir uma frescura óptima ao vinho. Esta magnífica Saint-Julien pode ser desfrutada agora enquanto apresenta uma bela perspectiva de evolução nos próximos anos. Para o desfrutar nas melhores condições, é aconselhável desarrolhá-lo pelo menos duas horas antes de o servir e decantá-lo durante uma hora. Servir entre 16 e 18°.

    Parker : 91 / 100
    J. Robinson : 16 / 20
    Wine Advocate-Parker :
    The 1986 Ducru Beaucaillou was served by Bruno Borie both decanted and directly from bottle, poured blind. From the bottle, it has an attractive bouquet with plush blackberry and wild strawberry fruit, indeed, showing more fruité than I was expecting. There is a roundness to these aromatics, perhaps a little more like 1985 in some ways. The palate is medium-bodied and here the seriousness and structure of the 1986 vintages shows through. There is impressive body and though it felt firm and masculine on the finish, there is clearly sufficient fruit that counterbalances the backbone. The decanted version showed a little more volatility on the nose, but here I discerned more complexity on the palate. The 1986 Ducru poured directly from bottle felt a little more savory and strangely, more cohesive, with more of the terroir coming through on the slightly loamy, brown sugar-tinged finish. Tasted July 2016.
    BordeauxSaint-Julien
    Alcool
    12.5

    Grape varieties
    Cabernet Sauvignon/Merlot

    Dessert wine
    Nao

    Environment
    áAgricultura racional

    J. Robinson
    16

    R. Gabriel
    15

    Wine Spectator
    95

    Country
    França

    Wine certification
    AOC

    Vineyard
    Médoc

    Regiao
    Bordeaux

    Denominações
    Saint-Julien

    Cor
    Tinto

    Productores
    Château Ducru-Beaucaillou

    Classificaçao
    2e cru classé

    Parker
    91

    Alergenos
    Contém sulfitos